sábado, 18 de dezembro de 2010

Tediosa Espera


Estava agora pouco conversando com um amigo sobre como dar vida a vida... Ele disse que apaixonar-se seria um bom remédio. Daí me veio à inquietante pergunta: “Apaixonar-se pela pessoa certa não seria como ganhar na Loteria?”

Acredito ser necessária muita sorte para isso...

Porque convenhamos, Apaixonar-se por alguém que após passar a química da paixão, não fique assombros de um conjunto de defeitos e decepções e tudo se transforme em amor, não seria raridade?

A sensação que tenho sobre a paixão, é q seria como dar um tiro no escuro, vendar os olhos para as imperfeições e deixar-se vitalizar pelas coisas boas do relacionamento a dois. Não seria arriscar demasiadamente? Alimentar uma paixão ou um pico de emoções e sentimentos de afeição por uma pessoa que não se sabe bem qual o defeito e o quanto este pode vir a decepcioná-la, não seria correr o risco rumo ao sofrimento?

Parece como brincar com fogo, mesmo sendo perigoso aquece do frio e nos encanta com seu brilho.

Ai, ai, paixão, amor, medos, sofrimentos... Afinal não seria isso viver? Dizem que decepção não mata, ensina a viver. Bom, ao menos nunca vi ninguém morrer de paixão, apenas padecer horrores por isso, então coloquemos na balança, não mata, mas às vezes dói e fere fundo, vale a pena arriscar-se?

Não seria mesmo Sorte apaixonar-se por alguém que certamente teria como futuro o Amor?

É às vezes tenho mesmo a sensação que seria como ganhar na loteria... Preciso de Sorte muita Sorte, minha Sorte é que a Sorte que Tenho não padece, mas vive Eternamente, minha sorte é JESUS.
E confiando e acreditando mesmo quando me sinto completamente entediada em esperar, que ele no seu tempo certo me fará ganhar nessa tão esperada loteria.


Bem que poderia ser hoje né?