quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Oração na madrugada

Essa madrugada enquanto fazia meu culto, passei bom tempo refletindo - meditando e assimilando informações. Então como já era tarde, fui orar, mas dessa vez optei por ajoelhar-me em cima da cama, e adormeci. 😒 Um tempo depois acordei, sentei na beira da minha cama com dificuldades (sob pseudo vigília😴), e com sede. Tentei me levantar pra alcançar a água q estava na beiradinha do meu aparador, mandei meu cérebro dar um passo em direção à água, e metade do meu corpo prontamente se inclinou com ímpeto nessa direção, só q as pernas dormentes teimaram em ficar imóveis. E o resultado da peripécia foi um tombo ridiculamente hilário e muito barulhento 🙆 no meio da madrugada (provavelmente devo ter acordado os vizinhos e toda a casa). Nem mesmo o vaso de vidro com flores foi poupado. E eu mesma no escuro não sabia como iria voltar pra cama, pois as pernas desobedientes, apenas dormiam em quanto me deixavam na mão e no chão 😰!
Mesmo sendo um tombo violento, não foi suficiente pra me tirar o sono. Me arrastei comicamente até que em fim consegui me deitar segura em minha cama. O resto de consciência q existia em mim seguiu o exemplo das pernas dormentes e adormeceu. 
O resultado da experiência noturna foi um braço cortado, inchado e dolorido. E quem sabe os próximos dias me presenteie com hematomas quaisqueres pelo corpo 😞
Embora esteja rindo ainda. To rindo com dores 😩😂
E resolvi vos aconselhar a serem resistentes e perseverantes na oração da madrugada. Além de muito estratégicos. Lembrem-se de nunca orarem debruçados sobre as pernas se estiverem com sono. 😅