sexta-feira, 31 de julho de 2015

Amá-lo, é mais.

É curioso o comportamento humano... Pessoas falam de pessoas, sem falar com as pessoas faladas... E quando por fim falam, o fazem (por vezes) por preceito ignominioso, por vitupério e falsa piedade. Pergunto-me pois ser certo, nobre e santo toda essa comoção ? Pois acaso não subjugueis o poder da oração com tal ato ? Ela faz mais do que seus lábios, e justiças de punho poderiam diligenciar.

Acredite... A oração pode mais que mil feitos apaixonados. A oração é subestimada por aqueles que não provaram seus efeitos. Por tanto te permita hoje. Teste-os! Se te recentes de algo ou alguém, cave fundo a senda da intercessão. Provará o que de mais sublime e eterno um ser finito poderia provar, e viver. Experimentará uma profunda tristeza e terna compaixão daqueles que considera enveredar por caminho errante. E só então fluirá de ti os nobres frutos do espírito. Mas dos frutos vigentes, só prova aqueles que se arriscam despir-se de si mesmos, da arrogância, do desprezo, da covardia, da indignação rompante, da injúria, e raiva dolosa. 
...Dos frutos que podeis provar, o maior deles não esta nas obras que gotejam das tuas mãos, ou naquilo que explanam teus lábios, mas no domínio que exerce sobre teus afetos, sentimentos e emoções... Do manter puro os pensamentos, as aspirações. Por um único meio: Cristo, e por um único motivo: Ama-lo intimamente.
Busquemos amá-lo (mais, e mais). Lembrando que para tanto, é necessário interesse e entrega. Façamos nossa parte hj, para que o Eterno encontre os meios de operar seus milagres em nossas vidas e transformar-nos o caráter débil e ofendido pelo pecado, num caráter santificado e pronto para ser provado.

Só conheço um caminho seguro, reto e estreito, este é Cristo.