quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Escolhas


Todos os dias temos que fazer escolhas. Quando fazemos as escolhas certas, a sensação é de bem-estar, sentimo-nos bem com nós mesmos e parece que tudo sorri. Mas não é sempre assim. Por causa do pecado, fazemos escolhas erradas muitas vezes, pedimos perdão a quem magoamos, pedimos perdão a Jesus, mas temos que encarar as consequências de uma decisão mal ponderada.

Lembro-me da história de Judas, aquele discípulo que traiu Jesus. Ele guardava o dinheiro dos apóstolos. Parece que ele gostava de lidar com dinheiro. Mas, por não saber o verdadeiro significado dele, Judas traiu Jesus por 30 moedas de prata. Por causa disso um grande buraco se abriu no coração de Judas. O dinheiro de que tanto gostava trouxe-lhes as mais tristes consequências. Judas não soube fazer a melhor escolha e magoou Jesus.

Todas as vezes que vc tiver que fazer uma escolha, decida sempre por aquela que não vai entristecer o Grande Mestre. Essa sempre será a melhor escolha.

Às vezes as questões são fáceis de decidir. Mas, muitas vezes, as questões que temos que decidir são mais complexas. Nessa hora, é avaliarmos a situação com calma e nunca com ansiedade. Tente prorrogar a decisão ao máximo para ter tempo para orar. Uma escolha bem avaliada tem menor chance de estar errada. Isto ou aquilo? Não importa desde que esteja de acordo com a vontade de Deus!
 
Ivan Saraiva

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Romanos 12

Alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração. Abençoai os que vos perseguem; abençoai, e não amaldiçoeis.
Vivei em concórdia entre vós. Não sejais arrogantes, mas adotai um comportamento humilde para com todos. Não sejais sábios aos vossos próprios olhos.
Amados, jamais procurai vingar-vos a vós mesmos, mas entregai a ira a Deus, pois está escrito: “Minha é a vingança! Eu retribuirei”, declarou o Senhor. Ao contrário: “Se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porquanto agindo assim amontoarás brasas vivas sobre a cabeça dele. Jamais te entregues ao mal como vencido, mas vence o mal com o bem! 



sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

A Bússula da vida





Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de Mim testificam. João 5:39.
Não basta estudar a Bíblia como se estudam outros livros. A fim de que ela seja entendida de modo a salvar-nos, o Espírito Santo tem de tocar o coração do indagador. O mesmo Espírito que inspirou a Palavra deve inspirar o leitor da Palavra. Então se ouvirá a voz do Céu. “Tua palavra, ó Deus, é a verdade”, será a linguagem do coração.
A mera leitura da Palavra não logrará o resultado desejado pelo Céu; tem de ser estudada e acariciada no coração. O conhecimento de Deus não é alcançado sem esforço mental. Devemos estudar diligentemente a Bíblia, pedindo a Deus o auxílio do Espírito Santo, a fim de que Lhe compreendamos a Palavra. Devemos tomar um versículo e concentrar a mente na tarefa de descobrir o pensamento que Deus colocou para nós nesse versículo. Devemos demorar-nos nesse pensamento, até que se torne nosso e nós saibamos “o que diz o Senhor”.
Pouco benefício se deriva de uma leitura apressada da Bíblia. Pode-se ler a Bíblia inteira, e no entanto deixar de ver sua beleza, ou compreender seu sentido profundo e oculto. Uma só passagem estudada até que seu sentido seja claro à mente, e seja evidente sua relação com o plano da salvação, é de maior valor do que a leitura de muitos capítulos sem ter em vista um propósito definido, e sem alcançar uma instrução positiva. Tende convosco vossa Bíblia. Quando tiverdes oportunidade, lede-a; fixai na memória os textos. Mesmo quando estais andando na rua, podereis ler uma passagem e meditar sobre ela, retendo-a assim na memória.
Tempos que hão de pôr à prova o caráter dos homens estão justamente à nossa frente, e os que são fracos na fé não subsistirão à prova daqueles dias de perigo. As grandes verdades da revelação devem ser estudadas cuidadosamente, pois todos nós necessitamos de um inteligente conhecimento da Palavra de Deus. Mediante o estudo da Bíblia e a diária comunhão com Jesus havemos de alcançar bem definidas idéias da responsabilidade individual e da força necessárias para resistir no dia da prova e tentação. Aquele cuja vida se acha unida a Cristo por elos ocultos será guardado pelo poder de Deus, mediante a fé, para salvação.


Ellen G. White, Nos Lugares Celestiais, pág. 139.

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Reforma já !

Deus requer de Seu povo crescimento contínuo. Devemos aprender que condescender com o apetite constitui o maior embaraço ao cultivo do espírito e à santificação. Apesar de sua adesão à reforma do regime alimentar, muitos seguem regime impróprio. A transigência com o apetite é a causa principal da debilidade física e mental, e é em grande parte responsável pela fraqueza e morte prematura de muitos. Todo indivíduo que aspira à pureza de espírito, deve ter sempre presente que em Cristo há poder para vencer o apetite.




Caráter Divino



“O fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio.” Gálatas 5:22,23


Toda pessoa pode ser justamente aquilo que escolhe ser. O caráter não se obtém mediante educação. O caráter não é obtido acumulando fortunas ou alcançando honra mundana. Não é obtido o caráter pelo fato de travarem outros os combates da vida em nosso lugar. Tem de ser procurado, trabalhado, combatendo-se para alcança-lo; e isso requer propósito, vontade e determinação. Formar um caráter que Deus possa aprovar requer esforço perseverante. Exigirá um constante resistir aos poderes das trevas, colocar-se sob a ensanguentada bandeira do Príncipe Emanuel para ser aprovado no dia do julgamento, e ter o nosso nome conservado no livro da vida.
Que eu tenha a certeza que de que Ele aprova meus atos e minha conduta, e então, venha o que vier, seja as aflições quais forem, vou me resignar ao meu destino e me alegrar no Senhor. Acenderam seu fogo na chama do altar? Então façam com que ela brilhe em boas obras aos que estão ao seu redor. Mantenham-se unidos, e por sua divina influencia e fervorosos esforços, espalhem a luz.
Devemos trabalhar para Deus e devemos trabalhar para o céu com toda força e fé que há em nós. Não nos enganemos com as coisas temporais deta vida. Consideremos as coisas de interesse enterno. Desejo ter uma ligação mais intima com Deus, desejo cantar o hino da redenção no reino da glória. Desejo que a coroa da imortalidade seja colocada sobr a minha fronte.  Com língua imortal, desejo cantar louvores  Áquele que deixou a glória e veio à terra para salvar os que estavam perdidos. Desejo glorifica-lo. Desejo receber a herança imortal e as riquezas eternas. O que nos importa, pergunto-lhe, que importância terão para nós as coisas deste mundo, se perdermos ou ganharmos o céu afinal? De que servirão para nós?  Se, porém, nos apegarmos ás coisas do Céu, vamos nos apegar também aos nossos semelhantes; poderemos exercer uma influencia  que avançará constantemente contra a onda de males que há no mundo e levar pessoas à arca da salvação . 


Perto do Céu, pg 49.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Descanso do Cristão


               


Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve. 

Mateus 11:28-30


                O mundo está cheio de ansiedade, conflito e dificuldades. É uma terra inimiga em que somos assaltados por tentações de todo lado. “No mundo”, diz Jesus, “passais por aflições; mas tende bom ânimo; Eu venci o mundo” (Jo 16:33); e a Minha paz voz dou” (Jo 14:27).
       Nosso Salvador descreve Seus preceitosa com jugo e a vida cristã como um peso a ser carregado . No entanto, em contraste com o cruel poder de satanás e os fardos impostos pelo pecado, Ele afirma: “O meu jugo é suave, e o meu fardo é leve” (Mt 11:30).
       Quando tentamos viver como cristão que desempenha suas responsabilidades e cumpre seus  deveres sem ter Cristo como ajudador, o jugo é penoso e o fardo, intoleravelmente pesado. Mas Jesus não deseja que façamos isso. [...]
Muitos professam ir a Cristo enquanto se apegam aos seus próprios caminhos, que são um jugo doloroso. Egoísmo, cobiça, ambição, amor do mundo ou algum outro pecado alimentado destroem sua paz e alegria. [...]
       Em cada ato, o cristão deve procurar representar Seu Mestre e fazer Seu serviço parecer atrativo. Que ninguém torne repulsiva a religião, gemendo e suspirando e narrando suas provas, suas abnegações e sacrifícios [...]
Vejam os outros que o amor de Cristo é um motivo permanente, que a religião  de vocês não é uma peça  de vestuário para ser vestida  ou despida segundo as circunstância , mas sim um principio, calmo, estável, firme – que governa toda a sua vida. [...]
       Qualquer que seja sua sorte na vida, lembre-se de que você está a serviço de Cristo e manifeste um espirito contente e agradecido. Seja qual for seu fardo ou cruz, erga-o em nome de Jesus; leve-o na Sua força. [...]
O amor de jesus não pode ser ocultado, mas será visto e sentido. [...]
       Ele faz com que o tímido se torne ousado, o indolente ativo, o ignorante sábio. Torna o gago eloquente, e desperta o intelecto adormecido para uma nova vida e um renovado vigor. [...] Ter paz em cristo é de maior valor do que os tesouros da 
terra.



Perto do Céu, pg 48.